CURSO ON-LINE
CURSO ON-LINE

CURSO ON-LINE

USO DE INFORMAÇÕES AGROMETEOROLÓGICAS NO MANEJO DE IRRIGAÇAO E SUPORTE À GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS JUNTO AO CBH ALPA

Categoria: Recursos Hídricos

Coordenador: Orivaldo Brunini

Inicia em: 22 de Novembro de 2021, 14:30

Termina em: 06 de Dezembro de 2021, 17:00

A agrometeorologia é a ciência que procura quantificar e qualificar o desenvolvimento vegetal em função das características ou exigências climáticas dos vegetais é importante ferramenta para planejar e estabelecer os procedimentos básicos para uma agricultura racional e sustentável.

Aliada a isto tudo, as constantes variações dos elementos meteorológicos, e os possíveis cenários de mudanças climáticas determinam que cada vez mais as análises das interações clima-planta e a demanda hídrica sejam adequadamente implementadas e avaliadas de modo a estabelecer os processos de segurança hídrica e consequentemente de segurança alimentar.

Nos últimos anos tem sido observado uma dinâmica de mudança no comportamento hídrico das diversas regiões do globo, resultante das variabilidades climáticas, e em especial a redução da precipitação, o que tem ocasionado secas severas em várias partes do globo.

Isto pode ser melhor quantificado, se considerarmos a Seca que atingiu a região Sudeste do Brasil em 2014, e 2021 e em particular o Estado de São Paulo, cuja probabilidade de ocorrência era inferior a 1%, mas ocorreu, e trouxe sérios prejuízos à toda sociedade, e em especial aos produtores rurais que não lhes eram permitidos irrigar, ou por falta de água nos mananciais, ou mesmo para atender à demanda humana. Ainda o episódio de ocorrência de 3 geadas no inverno de 2021 trouxe mais sérios prejuízos à agricultura e pastagens. Porém este fato é recorrente, pois ao longo dos anos, a Seca tanto do ponto de vista agrícola como meteorológica, tem sido a maior causador de perdas na produção agrícola e mesmo responsável pela migração populacional tanto no Brasil, como em outros países. Assim, a preservação dos recursos hídricos depende da interação de vários fatores, e a agrometeorologia é com certeza um destes pilares na sustentabilidade hídrica e agrícola de uma bacia hidrográfica,

Estes processos somente terão êxito se os técnicos e pesquisadores envolvidos melhorem sua capacitação técnica e tenham informações do melhor uso e adequação da agrometeorologia nos processos de planejamento agrícola.

Objetivo: Este curso tem como foco básico, qualificar e quantificar os fatores meteorológicos básicos para suporte à Quantificação da Demanda Hídrica dos vegetais. Os conceitos básicos dos fatores que possam melhorar ou reduzir a disponibilidade hídrica no solo e uso pelas culturas. Aspectos de avaliação da seca sob pontos de vista: Hidrológico; Meteorológico; Agrícola; e Econômico deverão ser abordados. O uso do balanço hídrico como ferramenta para quantificação das características regionais e locais deverá ser detalhado.

Conceitos de evapotranspiração potencial e real, estimativa da demanda hídrica de culturas e evapotranspiração de referência serão abordados. Conceitos de rede meteorológica sua aplicação e tipos de estações meteorológicas e de sensores e sua utilização serão discutidos. A aplicação de métodos para quantificação da seca e tipos de culturas serão abordados. O seminários será desenvolvido em 2 Etapas, como indicado abaixo


Etapas e tópicos a serem discutidos:

Etapa 1. 22 de novembro de 2021 (14h30 às 17h)

a) Rede meteorológica implantada junto ao CBH-ALPA .

b) Demanda hídrica das culturas- Métodos agrometeorológicos

c) Balanço hídrico e manejo de agua em comunidades vegetais ;

Etapa 2 - 29 de novembro de 2021 (15h às 17h)

a) Informações agrometeorológicas e as atividades agrícolas

b) O Papel da extensão agrícola no uso e disseminação de informações

agrometeorológicas e preservação dos recursos hídricos,

c) Índices de seca agrícola- conceituação e aplicação-tipos de cultura e solo;


Duração de cada etapa.

Está prevista uma carga horaria mínima de 2:30 horas no desenvolvimento

de cada etapa


Equipe Técnica

Os tópicos serão abordados pelos técnicos diretamente envolvidos na FUNDAG, como o Dr. Orivaldo Brunini e da CATI pelos Dr. Antônio Arantes Roque e Dr. Paulo H Interliche.

6- Desenvolvimento -os seminários serão pelo sistema WEB

  • Inscrição

    De 27 de Outubro, 00:00 a 06 de Dezembro, 23:59
    Gratuito